Certificados voltados para empresas



Para realizar a compra do certificado digital para sua empresa, você deve escolher entre o tipo A1 ou A3 para e-CNPJ ou NF-e, por exemplo. Cada um tem uma finalidade diferente. Neste post, vamos falar sobre cada um.

Qual a relação entre CNPJ e certificado digital?


O e-CNPJ contém todas as informações do CNPJ em formato eletrônico. Por isso, o responsável pelo certificado deve ser o representante legal da empresa perante a Receita Federal.

Com ele, é possível declarar Imposto de Renda, acessar serviços diretamente no site da Receita, emitir certidões digitais e notas fiscais eletrônicas, assinar documentos com validade jurídica, enviar informações trabalhistas, fiscais e previdenciárias, participar de pregões eletrônicos do governo e emitir procurações eletrônicas para a contabilidade.

A emissão de notas eletrônicas por meio do e-CNPJ é mais indicada quando o próprio responsável é o emissor, já que é melhor não compartilhar a senha com outras pessoas. Nesses casos, o certificado NF-e é o mais recomendado por utilizar o CPF do funcionário para fazer a emissão.

Certificado digital e NF-e


Por falar nele, já adiantamos: o certificado digital NF-e é um dos mais procurados por pequenas empresas que precisam emitir notas fiscais eletrônicas. Aliás, seu uso é exclusivo para essa finalidade! A empresa pode nomear um funcionário como responsável pelas emissões, tornando o processo mais organizado e seguro por dispensar a necessidade de compartilhamento dos dados e da senha do e-CNPJ.

A nota fiscal eletrônica é usada no processo de compra e venda ou de prestação de serviços, já incluindo o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Uma das vantagens de usar a versão eletrônica está na redução de despesas com a impressão e o armazenamento físico desses documentos.


O certificado digital também permite a emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), referente ao cupom fiscal entregue ao cliente após a compra de um produto ou serviço. A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) também pode ser emitida assim, substituindo a declaração de serviço. É usada para confirmar a realização do serviço e recebe a tributação do Imposto Sobre Serviços (ISS) definido pela prefeitura local.

Para a geração de uma NF-e, o certificado é usado em 2 momentos: na assinatura digital do documento, em que o certificado deve conter o CNPJ da empresa, e, por último, na transmissão do documento para a Secretaria da Fazenda.




#certtificadodigitalparaempresas #ecnpj #nfe #notafiscal #pessoajuridica #cnpj


certificado-digital-para-empresa-cnpj-notafiscal